Judo – Ana Hormigo alcança bronze em Roma

Outubro 6, 2011

A portuguesa Ana Hormigo foi a melhor representante lusa na Taça do Mundo de Roma, que se disputou no passado fim-de-semana. A judoca albicastrense conquistou o último lugar do pódio na categoria de -48kg, ao vencer no combate pela medalha de bronze a compatriota Leandra Freitas, que acabou a competição no quinto posto, por ippon.

Duatlo – Sérgio Silva sagra-se Campeão Mundial em Gijón

Outubro 5, 2011

Sérgio Silva a cortar a meta e a sagrar-se campeão do mundo

O desportista luso terminou a prova, disputada em Gijón, com 1h51m18s, deixando para trás os espanhóis Roger Roca Dalmau e Del Corral Morales.

Na prova de sub-23, mais uma medalha para as cores portugueses, com a conquista do bronze por parte de Miguel Arraiolos, com um tempo final de 1h51m51s, ficando o ouro para Etienne Diemunsch, da França.

Ténis – Rui Machado é o melhor português de sempre na tabela ATP

Outubro 4, 2011

Rui Machado está no lugar 59 do ranking ATP

Patinagem Artística – Carolina Andrade e Bruno Colaço brilham no Europeu de Vic

Setembro 29, 2010

A patinadora nacional no pódio

A patinagem artística nacional esteve em bom plano e conquistou duas medalhas nos Europeus de Vic, Espanha, ambas no sector júnior.

Uma delas valeu o título europeu para Carolina Andrade, alcançada no combinado, com a Polónia e a Espanha a fecharem o pódio. 

A patinadora, do Clube Recreativo Leões de  Porto Salvo, foi quarta nas provas obrigatórias e sexta na patinagem livre, o que lhe valeu a conquista da medalha de ouro.

Esta foi mais uma prova da categoria da jovem desportiva nacional, que patina desde os dois anos de idade e que recentemente venceu a Taça da Europa, disputada na Sardenha. 

A outra medalha veio da destreza de Bruno Colaço, que alcançou a prata no programa curto, perdendo o ouro para o italiano Simone Porz, numa competição que juntou onze patinadores no Pavelló Castell d’en Planes.

Hóquei em Patins – Portugal sagra-se Campeão Europeu em sub-20

Setembro 28, 2010

Os craques lusitanos e a comitiva nacional com o troféu de campeão

Afinal o hóquei em patins nacional está vivo e de boa saúde, e depois das “desilusões” dos sub-17 e seniores, conquistou mais um título europeu, neste caso no escalão para menores de 20 anos, troféu conquistado em Viareggio, Itália.

E nada melhor que no jogo do título uma vitória arrancada a ferros frente à equipa da casa, por 2-1, com Henrique Magalhães e Gonçalo Alves a serem os marcadores dos golos que deram o ouro ao nosso país em terras transalpinas. 

Portugal sentiu muitas dificuldades no primeiro tempo e saiu para o intervalo a perder, mas no segundo tempo mostrou a sua classe e em apenas dois minutos virou o jogo e assegurou o bi-campeonato neste escalão. 

Para chegar até ao jogo decisivo, a nossa selecção tinha derrotado nas meias-finais a França, que vinha mostrando um excelente hóquei, mas que caiu aos pés dos jovens jogadores nacionais por uns rotundos 6-1. 

Rafael Costa, segundo melhor marcador do campeonato, com 14 golos, foi o mais inspirado no encontro, com três golos. 

Aqui ficam os nomes dos heróis de Viareggio: 

Diogo Sampaio ( FC Porto) 

Henrique Magalhães (FC Porto) 

Rafael Costa (FC Porto) 

Telmo Pinto (FC Porto) 

João Souto Silva (FC Porto) 

Filipe Miranda (HC Braga) 

João Silva (HC Turquel) 

Gonçalo Alves (Sporting CP) 

Pedro Vaz (SL Benfica)  

João Beja (SL Benfica)

Canoagem – Nuno Barros sagra-se Campeão do Mundo de Maratona

Setembro 27, 2010

O canoísta nacional durante uma das portagens

A canoagem portuguesa continua em alta e mostrou mais uma vez que está talhada para produzir competidores de elite, concretizado num título mundial, conquistado nos Mundiais de Maratona, que decorreram em Banyoles, Espanha.

O autor desta proeza foi Nuno Barros, conhecido por “Turista”, que conquistou o ouro em C1, com o tempo de 2h07m13s, numa prova de 25,600km, dividida em seis voltas.

A prova, realizada no Lago Banyoles, região da Catalunha e  palco de provas nos Jogos Olímpicos de 92, mostrou um Nuno Barros sempre no grupo da frente e que no final não deu hipóteses à concorrência, com o espanhol Campos García, medalhado de prata, a chegar com mais de 16 segundos de atraso.

No mesmo dia da conquista deste título, destaque para o quarto lugar de José Ramalho, em K1, numa prova de 29,700km divididos em sete voltas, com um tempo de 2h14m31s, com a medalha a fugir na entrada para a última portagem, devido à entrada de água para a embarcação do português, o que o prejudicou na luta pelo metal precioso.

Emanuel Silva, canoísta olímpico, terminou esta prova num excelente oitavo lugar, a mais de quatro minutos do vencedor, o britânico Ben Brown.